A Descolonizaçao da Guiné-Bissau E o Movimento dos Capitaes

A Descolonizaçao da Guiné-Bissau E o Movimento dos Capitaes

Sales Golias, Jorge

Editorial Colibri
Lugar de edición Noruega
Fecha de edición octubre 2016 · Edición nº 1

Idioma portugués

EAN 9789896895709
376 páginas
Libro


valoración
(0 comentarios)



P.V.P.  19,62 €

Sin ejemplares (se puede encargar)

Resumen del libro

No caso de A Descolonização da Guiné- -Bissau, MFA 72-74, de Jorge Golias, a História é o trabalho sério e rigoroso, pessoal, de colocação no seu devido lugar do que aconteceu na Guiné - "província ultramarina" de Portugal desde o início do processo que conduziu ao 25 de Abril de 1974 até ao fim da guerra que ali decorreu durante onze anos, à transferência da soberania para o PAIGC e ao içar da bandeira da República da Guiné-Bissau. É uma história complexa, tão importante como desvalorizada e, tantas vezes, adulterada.
O livro de Jorge Golias é também um resgate da verdade, feito com uma invulgar abordagem da escrita, em que o tempo da narrativa é o tempo da história e a aventura individual do autor é o fio de Ariadne que permite seguir a série de acontecimentos que vamos encontrar até ao embarque do último representante da soberania portuguesa em Bissau. O resultado é uma crónica dos dois anos de 1972 a 1974, que o autor escreve como se estivesse a vivê-los hoje.
[Carlos de Matos Gomes]

A Descolonização da Guiné-Bissau tinha tudo para correr mal:
Os nossos militares na Guiné, de todas as patentes, clamavam pelo "regresso imediato a Portugal";
- O povo português em Lisboa gritava "nem mais um soldado para o Ultramar;
- O PAIGC, muitas vezes, não se entendia e dava ordens contraditórias e provocatórias.
- Spínola opunha-se ao reconhecimento e defendia um referendo de continuidade numa comunidade lusíada.
A Descolonização surge assim como a síntese destes contrários, promovida pelo MFA na Guiné e pelo governador e comandante-chefe, com o apoio do MFA em Portugal
[Jorge Sales Golias]



Para mejorar la navegación y los servicios que prestamos utilizamos cookies propias y de terceros. Entendemos que si continúa navegando acepta su uso.
Infórmese aquí  aceptar cookies.